Escritor da semana: Marcos Piangers

Confira a entrevista exclusiva com o jornalista e escritor Marcos Piangers para o site da Livraria Espaço Cultural. Desde 2001 trabalhando com comunicação jovem e plataformas digitais no segundo maior grupo de mídia do Brasil. Formado na Digital Master Class da Hyper Island em Londres. Participante do maior evento de inovação e criatividade do mundo nos últimos três anos. Mais de 30 milhões de views no Youtube. Head Digital da maior rede de rádios do sul do Brasil. Autor do best-seller O Papai é Pop, que chegou à quarta posição dos livros mais vendidos do Brasil. Em 2016 passou a fazer parte do quadro de repórteres do programa Encontro com Fátima Bernardes, da Rede Globo.

Livraria Espaço Cultural: Você é um comunicador de TV e Rádio, como surgiu a vontade de escrever seu primeiro livro?

Marcos Piangers: Sou formado em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Desde então, trabalho com rádio, internet e TV e é claro, que o texto está por trás de tudo isso. Já escrevi muito para internet e jornal. Como comecei a escrever sobre as minhas filhas, esses textos chamaram a atenção de uma editora, que fez o convite para publicar o livro.

No início fiquei muito feliz com a oportunidade, pois era uma espécie de começo para marcar esse momento de produção textual. Foi muito legal porque o livro realmente alcançou um dos maiores rankings de venda do país, isso ajudou a abrir novas oportunidades de lançar outros livros e falar de coisas mais sérias e importantes como, por exemplo, sobre paternidade o que ajudou a influenciar positivamente, famílias, pais e mães. Além de tudo, estamos doando um bom dinheiro por conta da vendagem dos livros.

Livraria Espaço Cultural: Você utiliza muito as redes sociais para divulgar seus textos, qual a importância dessas mídias para o seu trabalho?

Marcos Piangers: A importância é muito grande, antes mesmo de entrar na RBS eu já tinha um blog, fui um dos primeiros a usar o Instagram e Twitter. As redes sociais e mais do que isso, os meios digitais sempre serviram como impulsão do meu trabalho, foi através da internet que conheci grande parte das pessoas que mais influenciaram meu trabalho, hoje o Facebook tem um papel muito importante na criação de várias comunidades, que ajudam a divulgar o livro. Por isso o ele está entre os mais vendidos do país.

Livraria Espaço Cultural: Como incentivar crianças e adolescentes a lerem mais?

Marcos Piangers: Não obrigando eles a ler. Imagina que crianças odeiam tudo que é obrigado e adoram tudo que é proibido. O melhor que podemos fazer é incentivar as crianças a lerem coisas divertidas, diferentes e quem sabe até, com um tom diferente do que elas estão acostumadas. Nem sempre o livro mais educativo, mais careta, mais certinho, vai ser o que vai despertar a curiosidade nas crianças. Narrativas diferentes e formas de apresentar as coisas diferentes podem despertar nas crianças vontade de ler. Tive sorte que minha filha mais velha sempre gostou muito de ler e ela é uma super companheira, tanto para ler livros na hora de dormir, quanto para, mais ultimamente, escrever textos juntos. Está sendo muito interessante a experiência.

Livraria Espaço Cultural: É comum história de mães fazerem sucesso. Porém, seu livro é um dos mais vendidos no Brasil, você esperava que um livro falando da relação entre pai e filhas, faria tanto sucesso?

Marcos Piangers: Não esperava. Apostei que o livro venderia 300 cópias e até agora ele vendeu mais de 60 mil cópias. O fato é que o livro encontrou uma audiência em pais participativos, que assim como eu, acham a paternidade algo mágico e interessante, conseqüentemente, eu não esperava por isso, mas o livro reforça o direito e os deveres dos pais modernos e a participação desses pais na vida dos filhos e como esses pais vêem a paternidade de forma lúdica e interessante. Então, dei um pé quente, fiquei muito feliz e acho que o livro criou uma comunidade ao redor dele.

Livraria Espaço Cultural: Você é um escritor da atualidade, o que pensa sobre os livros serem lidos em e-books? O livro de papel ainda é valorizado?

Marcos Piangers: Acho que é uma experiência diferente, porque é uma mídia diferente. Eu trabalho com internet há mais de 10 anos. Então, todos os vídeos têm uma cara diferente. Trabalhei com televisão, com Youtube, Facebook, Snapchat, para cada uma dessas plataformas, a construção de edição, de produção de filmagem tem que ser diferenciada. E a mesma coisa vale para o livro impresso e o e-book. É uma pena que o e-book ainda replique o que o livro é no papel, acho que o e-book tem condições de ser visualmente mais interessante. O mercado editorial vai evoluir ainda muito para levar os livros para os meios digitais, mas eu adoro ainda um bom livro de papel.

Livraria Espaço Cultural: Suas palestras vêm fazendo um grande sucesso pelo Brasil todo. Os temas são sobre inovação e criatividade. Como ser inovador e criativo num mundo onde as tecnologias mudam a toda hora?

Marcos Piangers: Em primeiro lugar os robôs estão sistematicamente roubando nossos empregos. Sistematicamente algoritmos, robôs, sites, automação, roubam a parte mais chata dos nossos empregos. Os apertadores de botão perdem seus empregos para máquinas e essa, em minha opinião é a melhor notícia, porque a gente pode focar em criatividade.

O ser humano é um animal fascinado pela criação, a gente se sente vivo, feliz e humano quando cria. Então, acho que a tecnologia possibilita, evidentemente, que muitos empregos sejam extintos, mas que muitos outros empregos surjam. A criatividade humana nos possibilitou novas indústrias criativas, ultimamente a gente vê Youtubers, como não se via a menos de dez anos, Snapchaters, Instagramers, todas essas profissões não existiam a menos de cinco anos.

Então, isso é extremamente empolgante. A gente vive numa época que a tecnologia muda o tempo todo e ela cria oportunidades o tempo todo, isso me deixa muito feliz e otimista, claro que é ao mesmo tempo assustador e é por isso que as palestras fazem tanto sucesso, porque elas falam exatamente sobre a necessidade de investimento e criação, exatamente, nesse meio que os robôs, tomam de assalto os empregos de todos aqueles que estão na zona de conforto.

Livraria Espaço Cultural: Quais são seus próximos projetos dentro da literatura?

Marcos Piangers: Papai é Pop 2, vai surgir esse ano. Então a gente vai lançar em junho o segundo livro do Papai é Pop. Tem outro livro também na fila, que vai falar especificamente sobre inovação e criatividade, e focado especialmente em produto e na capacidade de equilibrar tempo familiar e temo de produção profissional.